Área de manutenção de aeronaves com escritórios – TUI travel – Zaventem, Bélgica

Software: 
País: 
Belgium

Descrição geral do projeto

No aeroporto de Zaventem na Bélgica, um novo edifício foi construído. O dono, TUI travel Belgium, nomeou a moderna estrutura de “Jetairport”. O novo complexo de manutenção incluiu um hangar de 10000m2 de área e uma área para escritórios de 11500m2.
A fim de acomodar diferentes aeronaves ao mesmo tempo, incluindo o novo Boeing 747 Dreamliner, foi necessário que um vão mínimo fosse alcançado na entrada.
O hangar tem um vão livre de 112m. A área de escritórios inclui um porão e 7 pavimentos. Há espaço para 1000 funcionários.

 

Concepção​

O hall tem 117m de largura e 55m de comprimento. Não poderia haver pilares intermediários na entrada e um vão livre de 112m deveria ser alcançado. Para resolver esse problema, uma viga protendida foi usada. A viga é de 3m de largura por 6,5m de altura.
Nos fundos do hangar era possível adicionar mais um pilar. Portanto uma viga protendida apoiada em três apoios foi utilizada. Tamanho da viga 2,5m largura e 2,5m de altura.

Perpendicular a essas vigas principais está a estrutura metálica da cobertura, que consiste de 10 treliças de alturas variáveis. A altura da treliça no meio do vão é de 5m.

Toda a cobertura metálica é sustentada por cinco pilares de concreto em formato U de 26m de altura.
A área de escritórios é 112m comprimento e 21m de largura. Todos os elementos da estrutura foram pré-fabricados e montados na obra. Os pilares foram manufaturados em 2 segmentos de 14m cada. Mísulas foram usadas em 2 ou 3 lados. Dos pilares pré-fabricados, as vigas pré-fabricadas foram colocadas no lugar, as quais serviram de suporte para as lajes pré-fabricadas que formam o piso.
Depois de concretar as lajes, o diafragma horizontal foi alcançado para garantir a transferência das cargas laterais para os núcleos centrais.
A área de escritórios foi dividida do hangar por uma parede que resiste a 2hrs de fogo.

 

Observação especial

O processo de construção da cobertura metálica requer muita atenção. As duas vigas protendidas principais foram concretadas no chão da obra. Assim que ganharam dureza suficiente, a protensão foi introduzida. Devido as restrições, a cobertura metálica foi montada simultaneamente também no chão da obra, entre as duas grandes vigas de concreto.
Enquanto isso, os cinco pilares foram conectados na obra. Após isso, em algumas horas toda cobertura, um total de 3000 toneladas de aço, foi elevada em posição usando um macaco hidráulico.
Um curto vídeo de todo o levantamento pode ser encontrado no site http://youtu.be/eSb9CsIuMvI

Imagens & Screenshots