Novo Instituto de Energia – Wuhan, província de Hubei, China

Data final da construção: 
Ago-2013
Software: 
País: 
China

Os consultores de Grontmijs foram responsáveis pelo inovador e integrado sistema desse extraordinário edifício na China. O projeto  resultou em um design conceptual para todas as disciplinas de engenharia.
O novo instituto de Energia de Wuhan, incluindo o Centro de Exibição, é um projeto de 70.000m2 de área total em uma área de desenvolvimento da cidade de Wuhan na China. O conceito de sustentabilidade e a arquitetura do prédio principal são inspirados pela natureza.  A torre será cercada por cinco laboratórios e um centro de exibição. A combinação dos rankings BREEAM e a 3-Star, prêmio chinês de avaliação de edificações verdes, nos diz que esse edifício será um dos mais sustentáveis do mundo.

 

Concepção do projeto

A concepção do projeto dá ênfase para o tema de reutilização de energia, se adequando também aos requerimentos básicos de funcionalidade na acumulação de novas energias de empresas de tecnologia da província de Hubei, ao redor de toda China e do mundo.  Após a construção, será o projeto arquitetônico ícone em energia renovável da China com a torre principal recebendo a certificação mais alta do prêmio 3-Star. Além disso, a torre principal também receberá a maior certificação estrangeira do BREEAM (Sustainable Building Design)

 

Grontmij – líder em Consultoria de Engenharia

O consórcio Grontmij (Grontmij – líder em consultoria de engenharia junto com Shanghai Xian Dai arquitetura e engenharia) foi vencedor da licitação internacional assinada em outubro 2010. A construção começou no verão de 2011. Grontmij liderou na concepção do projeto nas seguintes disciplinas: gerenciamento de processo, sustentabilidade, arquitetura e planejamento urbano, estruturas, engenharia de sistemas, energia, física da edificação e engenharia de fogo.

 Design estrutural e BIM

Dado o curto período de tempo de apenas dois meses, tínhamos que agir rapidamente às mudanças de projeto. Boa interoperabilidade entre os softwares utilizados era de grande importância.
A geometria do edifício foi concebida no software SketchUp. Durante esse período um modelo foi criado no Scia Engineer baseado no modelo produzido no SketchUp e enviado para o Revit, a fim de criar o modelo arquitetônico final. Esses processos resultaram em alguns problemas. Com a ajuda do departamento técnico da Nemetschek Scia, entendemos que esses problemas aconteceram devido aos avançados e complexos formatos que podem ser modelados no Scia Engineer mas que são incompatíveis com o modelo Revit.  Para resolver o problema, invertemos o processo, criando primeiro o modelo no Revit e depois enviando para o Scia Engineer.
Esse fluxo de trabalho resultou em maior produtividade.
Problemas similares aconteceram entre o Scia Engineer e o ETABS (usado pelos parceiros chineses), e foi também resolvido adaptando o fluxo de trabalho.
O software Scia Engineer tornou possível e mais claro para nossos engenheiros estudar o comportamento da estrutura com relação aos abalos sísmicos. Graças a isso, fomos capazes de responder rapidamente a todas as mudanças de projetos.
A partir dessa experiência nossos diretores decidiram investir mais em softwares BIM adquirindo também o software Allplan Engineering, com o intuito de melhorar a troca de dados entre softwares CAE e CAD.
Hoje em dia todas as experiências em processos BIM são compartilhadas em diferentes divisões da Grontmij. Nós implementamos essa maneira de se trabalhar sempre que possível trazendo benefícios para todas as áreas do projeto.

Imagens & Screenshots